2003-04-10

Chatbots: o jogo da imitação
Anna é um chatbot, que analisa o nosso discurso escrito e procura generalizar para conseguir manter uma conversa mais ou menos convincente. Trata-se de um fork de ALICE, uma implementação de AIML - Artificial Intelligence Markup Language que pretende ajudar a compreender se as máquinas conseguem pensar. A ideia remonta à obra de A. M. Turing, autor do artigo «Computing machinery and intelligence» (1950) e a B. F. Skinner. Todos os anos o Loebner Prize distingue a melhor «máquina pensante». Estas experiências permitem pensar em soluções para tornar os sistemas mais inteligentes, fazendo-se testes de analise de padrões no discurso. Infelizmente ainda não se faz uma verdadeira análise lógica das ideias, mas isso parece não estar longe.

Sem comentários:

Enviar um comentário