2008-01-25

Vale a pena ver o Damn Small Linux (DSL)

Quem adere ao mundo do Linux nota que as possibilidades de escolha aumentam imenso. As várias distribuições procuram adaptar-se ao gosto e necessidade de cada um. No meu caso, tornei-me um adepto do Ubuntu, mais precisamente do Kubuntu e especialmente do Xubuntu. Este último usa o gestor de janelas XFCE, uma obra prima da engenharia informática pela leveza e capacidade.

E também no meu caso particular, a capacidade aliada à rapidez é a combinação perfeita, por isso foi interessante experimentar a distribuição Damn Small Linux (DSL), pois nunca tinha visto uma distribuição tão pequena (50MB) e com tanta funcionalidade.

O aspecto não é o melhor, mas dá para alterar o "theme". O DSL utiliza o Fluxbox, um gestor de janelas minimalista mas prático. Foi aí que percebi porque não me dei com o WindowMaker: um gestor que adoro mas que se torna difícil de organizar ficheiros a partir do Desktop.

Em todo o caso, é bom ver que a pasta de documentos pessoais não fica poluída com coisas colocadas por outras aplicações, como é caso crónico do Windows, obrigando as pessoas a criar uma pasta alternativa para terem os seus ficheiros.

Sem comentários:

Enviar um comentário