2008-02-02

Organizar as ideias com um outliner

Há pouca gente a usar um outliner, mas quem deseja ter as ideias bem arrumadas não o dispensa. Trata-se basicamente de um editor de texto, mas que dispõe os itens hierarquicamente, em vez de ser "tudo-ao-monte-estilo-máquina-de-escrever".

Devido à persistente cultura da imitação do papel - que fez aparecer uma coisa execrável chamada "Processador de Texto", os outliners acabaram por ser usados só por quem já possui uma alfabetização tecnológica mínima.

Num outliner o texto divide-se em itens que podem ser movidos numa hierarquia, agrupados, etc., servindo para uma quantidade imensa de coisas, como organizar ideias, manter uma lista de tarefas ou contactos, etc., deixando num formato mais lógico e natural toda a informação.

Por ser pouco usado, é difícil encontrar um que seja simples, prático e potente. Até ao momento, o melhor que encontrei foi o TreeLine, um open source escrito em Python que funciona em Linux e Windows. O TreeLine é inovador porque permite ainda estruturar cada entrada com campos pré-definidos.

Assim, de certa forma, um outliner é uma base de dados livre.

Os outliners são um conceito antigo. Douglas Engelbart, o inventor do rato, mostra o funcionamento de um outliner na célebre demo do "Research Center for Augmenting Human Intellect" de 1968.

Sem comentários:

Enviar um comentário