2008-11-26

Contra a cultura Beta

Pois aqui estão as primeiras vozes contra a cultura Beta, a tendência dos últimos anos de lançar produtos e serviços inacabados com a promessa de melhorarem com o tempo.

Jesus Diaz, no Gizmodo, não poupa críticas: «Estou farto disto. Esta sensação de desconforto permanente com a tecnologia à minha volta. Os bugs. As falhas. Os upgrades de firmware. Os "Isto vai funcionar na próxima versão". Os "está no nosso plano". Os "compre agora e faça upgrade mais tarde". Os patches. O baixo nível de exigência que torna falível a tecnologia porque não foi suficientemente testada antes de chegar às nossas mãos. »

«O sentimento estende-se agora ao hardware: é tudo construído para acabar no caixote do lixo um ano depois, ainda meio cozinhado, para abrir espaço à próxima revisão de hardware. Estou cansado desta cultura beta que se disseminou como cancro metastásico nos últimos anos, a começar no software da Google e outros e acabando em quase todo o gadget e sistema informático que anda por aí. Precisamos de uma mudança (...)».

Sem comentários:

Enviar um comentário