2008-11-28

Revisitar o ZX Spectrum 48K

Comparado com os dias de hoje, o meu Timex 2048 era obviamente ridículo. Mas naqueles tempos dos anos 80 era tudo o que tinha para aprender - foi com ele que aprendi a programar BASIC e Assembly, a estudar o conteúdo do sistema operativo, a perceber o que era o código binário e como funcionava um microprocessador, a tentar sacar os gráficos dos jogos e descobrir "pokes" para ter vidas ilimitadas. Mas tinhamos sorte: em Portugal, além do modelo original Sinclair ZX Spectrum, e à semelhança da Polónia, nós tinhamos este modelo fabricado pela Timex que nos dava um teclado muito melhor e mais capacidades de resolução gráfica.

Os jogos eram patéticos mas ocupavam-me dias inteiros em frente a um televisor Philips a "preto e branco". Comprava revistas espanholas como a MicroHobby e ia buscar uma régua para passar, linha a linha, código hexadecimal para o ecrã para compilar novos programas.

Foi com espanto que verifiquei que ainda é criado software comercial para o Spectrum em pleno ano 2008 e que os emuladores estão também cada vez melhores. O último que vi, encontrado no World of Spectrum, é impressionante: chama-se vbSpec, é licença GNU (à prova de ASSOFT, portanto), escrito em Visual Basic e funciona muito bem. Foi criado por Chris Cowley e Miklos Muhi, lê arquivos de formato TZX, semelhantes às gravações das cassetes que eram usadas para manter os programas.

Bom, foi mais de meia-hora de recordações a jogar o Ikari Warriors, o Zynaps, o Starquake e, especialmente, o meu favorito de todos: Terramex. O World of Spectrum disponibiliza muitos milhares de jogos.

1 comentário:

  1. Também tive um e hoje em dia arrependo-me de o ter vendido para comprar um Commodore 64. De tanto jogar, teve de ser arranjado 1 vez (5.000$00, a juntar aos cerca de 30 contos da sua compra e às c7s de 200$00) o que não agradou aos meus pais, lol! Adorava estes jogos: Match Day, Bombjack, The Double, Tracksuit Manager, F1GP, Raid Over Moscow, Quazatron, Rebel Planet, Tomahawk, Olympic Games, e tantos outros....também era um fã da MicroHobby, só de ver as capas, ficava extasiado.

    ResponderEliminar