2009-01-25

Eles querem o seu cérebro

O termo foi cunhado por Jeff Howe em Junho de 2006 na revista Wired. Crowdsourcing significa pegar numa tarefa anteriormente levada a cabo por funcionários e fazer um apelo público à participação de um grupo indeterminado de indivíduos.

Há uma relação disto com a computação humana e aqueles projectos nos quais damos ciclos de processamento do nosso PC para ajudar a processar informação que leve à descoberta da cura para doenças, vida extraterrestre, etc.

Mas uma coisa é darmos o tempo morto do nosso PC a uma boa causa, ou software que produzimos por nossa iniciativa para determinado contexto e finalidade e queremos que toda a gente beneficie dele sem custos, outra é darmos o nosso cérebro de bandeja e haver gente que quer ser o melhor do mundo e arredores à custa do nosso esforço, tempo e dinheiro.

Há projectos open source que utilizam voluntários e acabam por dar imenso lucro a empresas e salários chorudos aos gestores de fundações. Quem participa fica apenas com cansaço, "fruição intelectual" e a sensação de ser bonzinho.

A sofisticação da nossa sociedade é haver escravos que nem sonham que o são...

Hoje, como nunca, grandes empresas da Internet e do software dão acesso a recursos de forma totalmente gratuita e filantrópica, mas sempre com uma agenda escondida. Lembre-se: não há almoços grátis.

Sem comentários:

Enviar um comentário