2009-09-20

O Estado e a morte de Turing


No passado dia 10 de Setembro de 2009 o governo britânico fez um pedido de desculpas oficial em memória de Alan Turing, pela forma como o governo o tratou logo a seguir à Segunda Guerra Mundial.

Para quem adora computadores, é de ficar perplexo ao ler isto sobre a vida de um dos maiores pensadores de sempre e um dos principais autores do computador, Alan Turing. Diz a Wikipedia: «Turing's homosexuality, which was illegal and considered to be a mental illness during his lifetime, resulted in a criminal prosecution in 1952. He accepted treatment with female hormones as an alternative to going to prison. He died in 1954, several weeks before his 42nd birthday, from an apparently self-administered cyanide poisoning, although his mother (and some others) considered his death to be accidental.»

Diz o documentário da BBC Dangerous Knowledge (aos 1:14): «...foi efectivamente quimicamente castrado pelas autoridades (...) Turing estava a ser tratado nada mais do que como uma máquina (...) Para seu horror, notou que o tratamento alterou a sua mente e o seu corpo, cresceram-lhe peitos, os seus estados emocionais alteraram-se e ficou preocupado com a sua mente.»

Sem comentários:

Enviar um comentário