2011-05-28

A melhor linguagem de programação para aprender

Por vezes volto a encarar este assunto, porque a decisão de aprender uma linguagem de programação é um compromisso para vários anos.

Se decidiu estudar uma linguagem, escolheu um dos mais fascinantes assuntos do mundo. O problema é descobrir qual é a melhor linguagem.

Não existe uma resposta definitiva, mas uma coisa é certa: você irá querer aprender várias linguagens antes de se comprometer com uma. Por comparação irá descobrir a mecânica destas peças de software, bem como a terminologia que é típica de cada uma.

Se necessita de uma linguagem voltada para aplicações empresariais, esqueça Java - Scala é uma escolha superior e é 100% compatível com Java. Mas se achar Scala algo de desnecessariamente complexo, não perca Fantom, uma nova linguagem surpreendentemente elegante, muitíssimo consistente e promissora, que substitui Java e permite-lhe aprender a fazer as coisas como deve ser. Vai rapidamente descobrir que uma das coisas mais animadoras é a própria documentação, muito clara, simples e compreensiva.

Numa base de estudo conceptual, tente Pharo, Self e io, ou mesmo a belíssima GNU Smalltalk com o excelente livro de Canol Gökel como forma de ter uma formação sólida. Estas linguagens não são mainstream, mas os seus conceitos são tão à frente do nosso tempo que nenhuma outra linguagem será tão avançada como estas nos próximos anos. É impossível encontrar um melhor ambiente de desenvolvimento que o Pharo, uma mais visionária simplicidade como em Self, ou a frugalidade potente de io.

Antes de tomar a sua decisão final, espreite Lua e Erlang.

Tenha cuidado com PHP, Python e Ruby: embora linguagens muito populares e práticas, têm as suas esquisitices. PHP é vista como um esparguete arquitectónico, Python é vista como não muito boa para aplicações empresariais, e Ruby é bonita mas é lenta e não tem muito mais a oferecer do que outras linguagens mais estabelecidas como Python.

Não se deixe levar por tribos, siga sempre o seu caminho.

Se por acaso, e após estes sérios avisos, se decidir por PHP, então estude e use as ferramentas open source da Plataforma do Facebook - estes senhores realmente conseguiram dar a volta, inclusivé arranjaram um compilador que converte PHP para C++ para velocidade.

Programar para a web? Javascript é potentíssima e é a escolha certa porque está a tomar conta da web, mesmo a nível de servidores com o node.js. Mas é mais lenta, também tem esquisitices e o seu motor de expressões regulares não é muito potente.

De qualquer forma, estudar uma linguagem de programação implica mesmo ler muito acerca destas candidatas antes de se decidir por uma escolha final. Além disso, os conceitos por detrás das linguagens de programação devem ser previamente estudados - nesse aspeto a Wikipedia tem imensos artigos que ajudam a compreender a mecânica destas peças de software.

Espero ter ajudado a encontrar o seu caminho.

Boa programação!

Sem comentários:

Enviar um comentário