2013-02-22

Como copiar um disco inteiro, uma pen drive ou cartão SD

É possível fazer uma cópia exata de um disco, CD, DVD, cartão SD ou CF e gravá-lo para um arquivo de "imagem" e depois com esse arquivo (chamado .iso ou .img) gravar um outro disco exatamente igual.


É possível também fazer o mesmo com uma partição de um disco rígido: gravar o seu conteúdo exato para um arquivo e até restaurá-lo em caso de perda de dados.

Para isso existem ferramentas que pegam num arquivo .iso (ou .img) e reproduzem uma cópia total noutro local ou vice-versa.

Hoje vamos falar de um comando potente em Linux para esse efeito, o dd.

Exemplo:

dd if=~/Desktop/imagem.iso of=/dev/sdb bs=1m

Neste exemplo é gravada a imagem.iso que você tem no seu Desktop para um dispositivo que o sistema acessa em /dev/sdb. O til (~) significa "diretório do utilizador atual".

Como descobrir o dispositivo que inseriu no pc?

A questão é saber, quando introduz um cartão SD ou pen, que dispositivo ficou atribuído a esse cartão, pois poderá ser /dev/sdc, /dev/sdd etc. E se houver engano, você pode destruir uma grande quantidade de dados!

Para isso, introduza o drive e faça o comando dmesg para descobrir lendo o que surge no final. Confira com o comando df -h, que lhe mostra inclusivé o tamanho do drive que ligou ao PC.

Tenha ainda em conta que /dev/sdc1 por exemplo é relativo a uma partição, enquanto que /dev/sdc (sem o número) é relativo ao drive na totalidade. Ao gravar, provavelmente quererá usar sem o número porque o seu arquivo iso é imagem de todo o drive.


O comando dd é muito versátil, e provavelmente você já está a magicar, ele faz a operação inversa, também copia discos ou partições inteiras para um arquivo de imagem:

dd if=/dev/sda1 of=/home/pedro/backup_sda1.img

Aqui uma partição inteira é reproduzida para um arquivo do utilizador "pedro".

E não é por acaso, dd significa "Data Duplicator"!

Muitas vezes se usa a piada que dd significa "Data Destroyer" e é verdade, se não tiver cuidado, vai obliterar o seu disco!

Sem comentários:

Enviar um comentário